terça-feira, maio 15, 2007

How Soon is Now?

9 comentários


Caminhos se abrem, passagens se fecham e eu tenho que queimar a ponte que acabei de atravessar. Agora é olhar pra frente. Novas situações, velhas pessoas, novo clima, amores de sempre.

É uma nova fase. Que interessante quando muda algo na vida, não? Há oportunidade para fazer o que deveria ser feito, para tomar decisões sérias, para viver com mais liberdade. O melhor de tudo é a bagagem que vou carregando. Não aquela cheia de roupas e sapatos, mas sim aquela que a traça não rói. O tempo passa e reconheço nisso muitas vantagens.
tesouros
Não sei como é para vocês, mas com o passar do tempo as coisas vão ficando cada vez melhores para mim. Vou aprendendo mais, fortalecendo minha fé, buscando sempre agir de acordo com a verdade. Melhorou mesmo.
too long
Vida nova, para alguns é muito cedo...mas o eles que sabem?


When you say it's gonna happen "now"
well, when exactly do you mean?
see I've already waited too long

How soon is now?
cedo ou tarde

domingo, maio 13, 2007

O sonho de Lancelote na Capela do Santo Graal

0 comentários

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Lancelote e o anjo


Esta belíssima obra de arte foi criada por Sir Edward Burne-Jones, artista pré-rafaelita, em 1896. A beleza do quadro não é somente plástica, pois conta uma história plena de significado espiritual.

Na busca pelo Santo Graal, Lancelote chega a Capela onde este está guardado. Ele dorme e sonha com o anjo que protege a relíquia sagrada. O anjo aparece (em forma feminina, que bonito!) e diz ao cavaleiro que ele nunca poderá encontrar o Santo Graal porque está cometendo adultério. Ele é amante de Guinevere, a rainha esposa do Rei Arthur, seu amigo e senhor.

Só os puros podem alcançar o Graal. Lancelote, com a alma manchada pelo pecado, fica então impossibilitado de pôr as mãos naquilo que é sagrado. No fim das contas quem encontra o Graal é seu filho Galaad, “O Puro”, um jovem de comportamento imaculado, puro de coração. Ao tocar o Santo Cálice, Galaad é levado ao Céu.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Galaad


Curiosamente o modelo utilizado para Sir Lancelote neste quadro foi o próprio Burne-Jones, que vivia uma história parecida, já que era amante da jovem artista plástica grega Maria Zambaco. Ela aparece em algumas de suas pinturas. Aqui está uma delas em que a jovem grega é retratada como Nimue, em mais um quadro sobre a lenda do Rei Arthur:


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Merlin e Nimue


Burne-Jones foi um artista admirável. Suas pinturas sobre as lendas arturianas deixam em mim a impressão de que ele buscava a redenção. Espero que tenha encontrado.

redenção

sábado, maio 12, 2007

Homenageando a vida

0 comentários

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Como não celebrar a vida?

Ontem vi um filme que mostrou como pode ser triste um mundo sem o riso das crianças e como é uma bênção a chegada de um bebê! Como é que não podem enxergar isso? Gente, como dói ver as pessoas discutindo sobre a vida das crianças como se isso fosse nada, como se fosse uma moda ou algo muito descartável! Triste demais!
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Vamos viver e deixar viver!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Quero celebrar a vida!

Agradeço a Deus por estar aqui e a meus pais também!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Aceite o presente!

Viva a vida!
vida sim, aborto não!

sexta-feira, maio 11, 2007

Dias de Charlotte

6 comentários



Charlotte sentia-se só. Mesmo casada, mesmo com amigos, a solidão a rondava. Cânticos religiosos, a beleza da natureza ou dos arranjos artísticos, nada disso a livrava daquela sensação de vazio.

Existia uma barreira entre ela e seu marido, entre ela e o mundo. Dava pra perceber claramente que ela não era compreendida e que nem ela mesma conseguia se entender.

Há dias assim na vida das pessoas: dias de Charlotte.

É, e quem foi que disse que a vida seria fácil?

Se você vive um dia de Charlotte saiba que ele passa. Ou deveria passar. As coisas do mundo são assim, fugidias. Não adianta tentar se agarrar nelas. Você pode querer que seja de um jeito e termina sendo de outro. Paciência.

Atire a primeira pedra quem nunca teve um dia de Charlotte.


a vitória não está aqui

quarta-feira, maio 09, 2007

Nuvens cobrindo o sol

5 comentários
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Ando pela cidade, entre a neblina, debaixo dos pingos de chuva que arrepiam meus cabelos. Tudo é tão cinza e todos parecem tão solitários, é bem esta a impressão que tenho, é forte, parece mesmo que posso ler o coração de cada um. Estão sós. Estão com medo. Ignoram muitas coisas e erram o alvo de seus temores.


As igrejas estão quase vazias, os táxis passam correndo barbeiros, um cão sem dono arfa na esquina, coitado, molhado e também solitário. Com quem conta aquele pobre animal? Com quem conta aquele mendigo debaixo do toldo de uma loja abandonada?

As pessoas passam apressadas, olhando para os lados, desconfiadas. É assim o tempo todo. Querem confiar, mas algo vai endurecendo em seus corações. É um mundo que vai ficando cada vez mais árido.

Alguns riem enquanto as borbulhas do espumante docemente explodem em suas bocas. Olham e não vêem. Já não pensam, mal sentem, mas ao mesmo tempo tudo o que querem é sentir. As sensações são seu mundo agora. Não há mais lugar para a razão. Não há mais lugar para os sentimentos puros.

Corrupção, corrupção por toda parte. Ainda há salvação? Eles procuram por redenção? Olho para o céu e respiro fundo. Há nuvens cobrindo o sol...Sim, ainda há esperança.



Walk with me, someone is waiting in light.

breakfast

sexta-feira, maio 04, 2007

Como é difícil esperar

5 comentários
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Há algo muito difícil de cultivar: a paciência. Fácil é falar ou escrever textos bonitos e tal. Difícil é viver na espera, é tentar correr ou arrumar as coisas e não conseguir. E então só resta esperar. Como isso é difícil às vezes!

Como é duro ter que simplesmente suportar a espera, porque não há mais nada a fazer.

No meio desse processo existe a ansiedade, o medo, a saudade. Tudo ao mesmo tempo. Tanta coisa para ser resolvida e tanto para ser dito e pensado. Vou identificando esses sentimentos e pedindo para ser paciente. Então resolvo uma coisinha e fico mais calma (ou menos ansiosa). Mas daí outra coisa se complica e tenho que aguardar mais um pouquinho.

Talvez alguns de você já tenham passado por situações assim, de longa espera. Situações onde a gente se sente impotente, onde não há muito o que fazer a não ser esperar.

Espero aprender algo com isso. Eu quero ser paciente. Eu nem sou impaciente mesmo. Mas é que às vezes...ah, que demora!

espera