quarta-feira, maio 31, 2017

As Sete Dores de Maria Santíssima

  
   Em revelações à Santa Brígida, Nossa Senhora prometeu conceder Sete Graças a quem rezar, todos os dias, Sete Ave-Marias em honra das suas Dores e Lágrimas.
Com aprovação Eclesiástica

Eis as Promessas:
  •       Porei a paz em suas Famílias.
  •       Serão iluminados sobre os Divinos Mistérios.
  •       Consolá-los-ei em suas penas e acompanhá-los-ei nas suas aflições.
  •       Conceder-lhes-ei tudo o que me peçam contanto que não se oponha à vontade adorável do Meu Divino Filho e à santificação das suas almas.
  •       Defendê-los-ei nos combates espirituais contra o inimigo infernal e protegê-los-ei em todos os instantes da vida.
  •       Obtive do Meu Filho que, os que propaguem esta devoção (às minhas lágrimas e Dores) sejam transladados desta vida terrena à felicidade eterna, diretamente, pois ser-lhes-ão apagados todos os seus pecados e o Meu Filho e Eu seremos a sua eterna consolação e alegria.

Oração Inicial:
Virgem dolorosíssima, seríamos ingratos, se não nos esforçássemos em promover a memória e o culto de vossas dores, vosso Divino Filho tem vinculado à devoção de vossas dores, particulares graças para uma sincera penitência, oportunos auxílios e socorros em todas as necessidades e perigos. Alcançai-nos, Senhora, de vosso Divino Filho, pelos Méritos de vossas Dores e lágrimas, a graça .....
Creio, Pai-Nosso, Ave-Maria em honra a Santíssima Trindade.

1ª Dor:
Pela dor que sofrestes ao ouvir a profecia de Simeão, de que uma espada transpassaria o vosso Coração, Mãe de Deus, ouvi a nossa prece!
Ave Maria...

2ª Dor:
Pela dor que sofrestes quando fugistes para o Egito, apertando ao peito virginal o Menino Jesus, para salvar das fúrias do ímpio Herodes, Virgem Imaculada, ouvi a nossa prece!
Ave Maria...

3ª Dor:
Pela dor que sofrestes quando da perda do Menino Jesus por três dias, Santíssima Senhora, ouvi a nossa prece!
Ave Maria...

4ª Dor:
Pela dor que sofrestes quando viste o querido Jesus com a Cruz ao ombro, a caminho do calvário, virgem Mãe das Dores, ouvi a nossa prece!
Ave Maria ....

5ª Dor:
Pela dor que sofrestes quando assististes à morte de Jesus, crucificado entre dois ladrões, Mãe da Divina graça, ouvi a nossa prece!
Ave Maria ....

6ª Dor:
Pela dor que sofrestes quando recebestes em vossos braços o corpo inanimado de Jesus, descido da Cruz, Mãe dos Pecadores, ouvi a nossa prece!
Ave Maria...

7ªDor:
Pela dor que sofrestes quando o Corpo de Jesus foi depositado no sepulcro, ficando vós, na mais triste solidão, Senhora de todos os povos, ouvi a nossa prece!
Ave Maria ....

Oração Final:
Daí-nos Senhora, a graça de compreender o oceano de angústias que fizeram de vós a “Mãe das Dores”, para que possamos participar de vossos sofrimentos e vos consolemos pelo nosso amor e nossa fidelidade. Choramos convosco, ó Rainha dos mártires, na esperança de ter a felicidade de um dia nos alegrarmos convosco no céu.

Amém.

Fonte: Almas Devotas

terça-feira, maio 30, 2017

Cruzada do Imaculado Coração de Maria

Pelo Brasil



Chegará o tempo...


Meu irmão, o tempo é tão curto e você aí curtindo BBB e outros lixos, embriagando-se e vivendo como se não houvesse amanhã. Pare e pense um pouco no seu destino eterno: o que será de você quando a morte chegar? Quando ela chega acaba-se o tempo. não haverá mais tempo para arrepender-se, não haverá chance de voltar atrás.

A vida é uma só. Corra agora atrás da salvação. Tudo passa muito rápido, o tempo se acaba para todo mundo. 

segunda-feira, maio 29, 2017

Comentários Eleison: Defendendo o Matrimõnio

Comentários Eleison – por Dom Williamson
      Número DXV (515) (27 de maio de 2017)


DEFENDENDO O MATRIMÔNIO



Quem um verdadeiro protesto tenta esmagar,
Desafia a Verdade, e melhor não se sairá.

Muitos de vocês já devem conhecer a Carta Aberta de sete sacerdotes superiores da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, Carta co-assinada por Superiores de outras três Congregações tradicionais, na qual todos os dez protestaram há três semanas contra a tentativa das autoridades romanas de interferir em matrimônios celebrados dentro da Tradição pelos sacerdotes da Fraternidade. Muito tipicamente, as autoridades da Fraternidade ficaram do lado da Roma Conciliar e estão em processo de punir seus sete sacerdotes “subversivos”. Mas a verdadeira subversão vem daquela Roma que subverte a família e o casamento cristãos, por exemplo, através da Amoris Laetitia. Os líderes da Fraternidade estão dando mais uma prova de sua cegueira suicida. Aqui está a essência da bem escrita Carta:

Dirigida aos fieis da Fraternidade para evitar que eles sejam confundidos pela interferência de Roma, a Carta Aberta começa estabelecendo que os matrimônios celebrados pela Fraternidade nos últimos 40 anos foram e são certamente válidos. Isso porque, para fortalecer os matrimônios, o Concílio de Trento decretou que deveriam ser testemunhados por um pároco ou por seu delegado para serem válidos. No entanto, se por 30 dias não é possível sem “grave inconveniência” encontrar um tal sacerdote, então o casal pode casar-se validamente diante de simples testemunhas leigas, o que se conhece como a forma extraordinária do matrimônio (Cânon 1098 do Antigo Código).

Ora, por 40 anos a Fraternidade vem lutando contra o neomodernismo do Vaticano II, que é venenoso para a Fé e altamente infeccioso, e que tem infectado quase toda a Igreja desde a década de 1960. Assim, a Fraternidade instruiu as almas a ficarem longe da Igreja Novus Ordo e do seu clero, como um todo. Por exemplo, em Amoris Laetitia, o próprio Papa fez declarações e proposições diretamente prejudiciais às famílias e aos matrimônios católicos. Aqui está a “grave inconveniência” para a Fé, e é por isso que, por 40 anos, quando os casais desejavam casar-se, a Fraternidade, vendo o perigo para a sua Fé, os afastou dos párocos Novus Ordo e os dirigiu para a forma extraordinária de Matrimônio, usual dentro da Fraternidade e certamente válida.

No entanto, como poderia a Roma neomodernista ver um “grave inconveniente” na exposição aos seus sacerdotes neomodernizantes? Portanto, no futuro, diz a Comissão Ecclesia Dei, como um passo adiante por Roma na absorção da Fraternidade na Neoigreja, a forma extraordinária do matrimônio não deve mais ser utilizada pelos sacerdotes da Fraternidade, e, em vez disso, os matrimônios da Fraternidade devem ser testemunhados por um sacerdote Novus Ordo nomeado ou delegado para essa finalidade pelos bispos Novus Ordo locais, sem cuja participação os matrimônios da Fraternidade continuarão a ser julgados inválidos pelas autoridades da Neoigreja. Isto significa levar a forma extraordinária do matrimônio para o controle do bispo local. Mas, após repetidas e amargas discussões, até mesmo os autores do Novo Código de Direito Canônico (1983) julgaram que tal medida era muito oposta ao direito natural dos casais de casarem-se, e o Novo Cânon 1116 mantém a forma extraordinária. É por isso que os dez sacerdotes superiores que assinaram a Carta Aberta concluem que continuarão a usar a forma extraordinária, sem recorrer a nenhum bispo da Neoigreja. Nem, acrescentam eles, recorrerão aos tribunais da Neoigreja para julgar os casos de matrimônio, porque esses tribunais muito facilmente concedem anulações por razões inadequadas. Todos os dez sacerdotes que assinaram a Carta Aberta devem ser congratulados!

E a reação da Fraternidade? Em 4 de abril, a Comissão Ecclesia Dei emitiu seu documento sobre os matrimônios da FSSPX, cuspindo com vigor sobre a Fraternidade. Imediatamente a Casa Geral da Fraternidade em Menzingen deu as boas-vindas ao documento, tratando-o como chuva do céu. No dia 7 de maio, os dez sacerdotes superiores fizeram público seu protesto contra a interferência da Ecclesia Dei. No mesmo dia, o Superior do Distrito francês da Fraternidade classificou seu protesto como “subversivo”, e no dia 10 de maio os sete padres da Fraternidade que assinaram a Carta Aberta foram destituídos de suas posições de superiores do Distrito, e ao pe. De la Rocque, pastor da emblemática paróquia da Fraternidade em Paris, St. Nicolas du Chardonnet, foi-lhe dado três dias para sair.

Essa liderança provou que a Fraternidade está afundando. A Carta Aberta provou que ainda não afundou completamente.


Kyrie eleison.

domingo, maio 28, 2017

Já à venda "Do Papa herético e outros opúsculos"


Link direto para comprar o livro em nossa loja virtual provisória:
https://santotomas.lojaintegrada.com.br/do-papa-heretico-e-outros-opusculos

terça-feira, maio 23, 2017

Se você crê somente naquilo que gosta no Evangelho...


Assim acontece com as seitas. Vejamos o caso do Espiritismo. Criaram até mesmo um livro que alegam ser a verdadeira visão do Evangelho, contendo a parte moral do mesmo. Um "recorta e cola" com trechos fora do contexto e textos de supostos espíritos "explicando" tudo. 

Eles aceitam somente o que lhes agrada, porque seu deus é o ventre.


domingo, maio 21, 2017

Comentários Eleison: Consagrações realizadas

Comentários Eleison – por Dom Williamson
Número DXIV (514) (20 de maio de 2017)


CONSAGRAÇÕES REALIZADAS


A "Velha Igreja" não pode perecer. Quando os homens agem,
Com vistas àquilo que Nossa Senhora pede, observam-no realizar-se.

Graças em parte, sem dúvida, às orações dos leitores, as duas Consagrações, a de Dom Zendejas e a da Rússia, foram realizadas com sucesso em Vienna, na Virgínia, EUA, nos dias 11 e 12 de maio, respectivamente. O clima não estava muito bom em 11 de maio porque caiu muita chuva, mas o toldo era resistente, e abrigou perfeitamente uma congregação de cerca de 500 pessoas vindas de toda parte dos Estados Unidos, e algumas de ainda mais longe. O tempo estava um pouco melhor em 12 de maio para a primeira Missa Pontifical do novo bispo com a Consagração da Rússia, e com uma congregação somente um pouco menor que a do dia anterior.

Devemos um agradecimento especial ao Pe. Ronald Ringrose, pároco tradicional de Vienna, em cuja Reitoria ocorreu a dupla Consagração. Ele tem mantido a paróquia de Santo Atanásio como um bastião da Tradição Católica a uma curta distância da capital dos Estados Unidos por mais de 30 anos, o que é uma conquista considerável nestes tempos tão turbulentos para a Igreja Católica. "Ad multos annos", diz a Madre Igreja aos seus servos devotos – que o Pe. Ringrose prospere por muitos anos ainda.

Quanto ao propósito e alcance das duas Consagrações, é necessário ser modesto e claro. Desde o Vaticano II (1962–1965), quando a massa dos homens da Igreja Católica se rendeu ao liberalismo (o culto à liberdade) e ao modernismo (a adaptação da Igreja de Deus ao mundo moderno sem Deus), a Igreja tem enfrentado sérios problemas. Em 1970, Dom Lefebvre criou a Fraternidade Sacerdotal São Pio X para atuar como um sistema de iluminação de emergência para a Igreja oficial que escurecia, mas seus sucessores na chefia da Fraternidade estão fazendo tudo o que podem para escurecer a iluminação de emergência. Comparemos, então, a Consagração de Dom Zendejas a uma vela acesa, ou a um fósforo que se risca na crescente escuridão. Não tem ambição nem de salvar nem de converter a Neoigreja ou a Neofraternidade.

O que deve fazer é contribuir para salvar essa Velha Verdade, por assim dizer, que está no coração da verdadeira Igreja e da verdadeira Fraternidade. Trabalhando principalmente nos EUA, mas sem jurisdição territorial de qualquer tipo oficial, Dom Zendejas ajudará a cuidar de muitas almas nos EUA que têm a verdadeira Fé, e querem conservá-la. Acessível por carro ou por trem de qualquer parte da América do Norte, se acontecer alguma coisa que impeça os aviões de aterrissar, ele é um bispo relativamente jovem com a plenitude de Ordens Sagradas certamente válidas, capaz de Confirmar ou Ordenar, sob condição ou não, e quem, pela graça De Deus, pelo menos no momento, é sensato e são – em inglês a palavra "sanity" (“sanidade”) é de três quartos da palavra “sanctity” ("santidade"). Peçamos por isto em nossas orações para que ele possa permanecer são pelos muitos anos que hão de vir, ou pelo menos até que um Papa verdadeiramente Católico acenda de novo a iluminação. Nesse momento, Dom Zendejas porá seu episcopado nas mãos da Roma católica, para que o Papa faça com ele o que quiser. Enquanto isso, que o novo bispo seja uma vela acesa na escuridão, um ponto de referência para qualquer alma que busca a Verdade completa e incontaminada.

Quanto à Consagração da Rússia conduzida pelos quatro bispos presentes na véspera da primeira das grandes aparições de Nossa Senhora em Fátima, não houve a mais remota pretensão de que sua Consagração pudesse substituir a do Papa com os bispos do mundo inteiro, que é o que Nossa Senhora pediu. Havia simplesmente a esperança de que, fazendo o que estava em seu poder, com o apoio de toda a congregação presente, pudessem ajudar a obter do Céu as graças necessárias para que o Papa realizasse finalmente a Consagração da Rússia, exatamente como Nossa Senhora pediu há muito tempo. Essa Consagração eventualmente acabará ocorrendo, porque Nosso Senhor disse isto em 1931, e então começa o Triunfo do Coração Imaculado, tão necessário e por tanto tempo postergado.


Kyrie eleison.

terça-feira, maio 16, 2017

Comentários Eleison: As Armas de Deus

Comentários Eleison – por Dom Williamson
Número DXIII (513) – (13 de maio de 2017):

AS ARMAS DE DEUS 


Você deseja por Deus, pela Igreja e pela Fé lutar?
Então escolha as armas de Deus, ou estará arriscado a desertar!

Neste dia do centenário do início da grande série de aparições de Nossa Senhora às três crianças de Fátima, em Portugal, em 1917, seria bom relembrar que Nosso Senhor advertiu a humanidade através da Irmã Lúcia que a Devoção ao Coração Doloroso e Imaculado de Sua Mãe seria a última grande devoção dada à humanidade, juntamente com o Santo Rosário, pela salvação das almas. Para o final do século XVII, quando o protestantismo e o jansenismo esfriavam a caridade, Nosso Senhor deu à Sua Igreja a Devoção ao Seu próprio Sagrado Coração para lembrar aos homens o ardente amor de Deus por eles. Para o início do século XX, quando o comunismo estava prestes a dominar a Rússia, Ele nos deu especialmente, através de Fátima, o Coração de Sua Mãe como nosso último recurso principal antes do fim do mundo.

Mas outro meio século passou desde 1917, e os próprios homens da Igreja de Nosso Senhor estão se preparando para entregar a Igreja aos demônios do Modernismo, o equivalente ao Comunismo dentro da Igreja. Então a Irmã Lúcia de Fátima advertiu o Pe. Fuentes que os católicos já não podiam mais confiar no clero para salvar suas almas. Com certeza. Em 1962, o Vaticano II lançou a devastação pré-apocalíptica à Igreja, a pior de toda a sua história. E na década de 1970, um crítico italiano do Vaticano II e de todas as suas pompas e de todas as suas obras, o professor Romano Amerio, escreveu, como os leitores do CE 400 se lembrarão, que se a crise conciliar era interna à Igreja como nenhuma crise o tinha sido antes dela, então estávamos "dirigindo-nos para uma escuridão sem forma (...) em face da qual não haveria outra alternativa a não ser silenciar".

Um século inteiro depois de Fátima estamos bem no caminho dessa escuridão. Tais são as disputas, as divisões, as confusões e o caos nos corações e mentes católicos causados ​​pelo esvaziamento da autoridade por parte dos homens da Igreja pelo abandono da Verdade de Deus, que muitos católicos lúcidos podem já preferir manter o silêncio em vez de tentar argumentar ou ensinar. A massa de mentes modernas é tão incapaz de pensar ou raciocinar, que qualquer tentativa de dissipar seus erros arrisca aumentar sua confusão. Ora, um leitor destes "Comentários" discorda fortemente de Amerio: como a Verdade Católica pode calar-se, ele pergunta, e como os católicos podem parar de lutar? Mas ele precisa recordar o Evangelho, especialmente a Paixão.

Nosso Senhor diz-nos para não jogar pérolas aos porcos, ou seja, para não ensinar as pessoas incapazes de aprender, e Ele diz aos Seus Apóstolos que sacudam de seus pés o pó de uma cidade que não os escuta (Mt. 7, 6; Lc. 9, 5). Nosso Senhor deu o exemplo de ficar em silêncio diante do Sinédrio (Mt. 27, 12, 14), de Herodes (Lucas 23, 9) e de Pilatos (Jo 19, 9). Muitas almas hoje em dia são igualmente incapazes de ouvir a verdade. E quanto a lutar, Nosso Senhor mesmo no Jardim de Getsêmani disse a Pedro para embainhar sua espada. Essa não era a vontade de Deus (Mt. 26, 54). O problema de Pedro era que ele não fez o que Nosso Senhor lhe disse para fazer, que era "vigiar e orar". Como resultado, quando sua vontade viril de lutar foi frustrada até mesmo por seu amado Mestre, ele o abandonou e fugiu (Mc 14, 50). Cuidado, combatentes de Nosso Senhor – se a sua luta não funcionar, vocês correm o risco de fugir d’Ele!

Hoje em dia, o que Nosso Senhor pede que façamos é reparar o Coração Doloroso e Imaculado de Sua Mãe, especialmente pelo Rosário e pela Devoção dos Primeiros Sábados. Se um número suficiente de católicos o escutasse, então Nossa Senhora de Fátima poderia logo obter a graça para que o Papa consagre a Rússia ao Seu Coração, exatamente como Ela pediu, e então a "escuridão sem forma" começaria imediatamente a iluminar-se e a recuperar sua forma. Encomendem do centro de Fátima em Ontário, Canadá, cópias de seu excelente folheto dos Primeiros Sábados. Coração Imaculado de Maria, rogai por nós!


Kyrie eleison.

Cursos online ministrados pelo professor e filósofo tomista Carlos Nougué




As inscrições podem ser feitas a qualquer tempo.|

Cursos disponíveis:

• Por uma Filosofia Tomista
 História da Música Erudita Ocidental (religiosa e profana)
 O Melhor Regime Político segundo Santo Tomás (e o atual momento brasileiro)
• A Existência de Deus e a Criação do Mundo – segundo Santo Tomás de Aquino
• Por uma Filosofia Tomista

Mais informações e inscrições

 Para Bem Escrever na Língua Portuguesa


Mais informações e inscrições


quinta-feira, maio 11, 2017

Mais um Apóstolo para lutar em defesa Santa Tradição da Santa Igreja Católica

Rezemos pelo novo Bispo 

Dom Gerardo Zendejas
Sagrado hoje 11 de maio dia de  São Filipe e São Tiago,por Dom Williamson, assistido por Dom Tomás e Dom Faure na Virgínia, EUA. 
Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dia Santo Rosário

domingo, maio 07, 2017

Comentários Eleison: Consagração Dupla

Comentários Eleison – por Dom Williamson
Número DXII (512) – (6 de maio de 2017):

CONSAGRAÇÃO DUPLA 


Hoje, com todas as fundações da terra fugindo,
Ainda a maravilhas, graças a Nossa Senhora, estamos assistindo.

Como um comentário sobre as consagrações de um novo Bispo e da Rússia, ocorrerá na próxima semana em Vienna, Virgínia, na costa leste dos EUA, aqui está um testemunho de outro leitor desses "Comentários", vindo do Brasil. Seu testemunho coloca as Consagrações de 11 e 12 de maio no contexto da crise do mundo e da Igreja de hoje, um contexto que não lhe dá nem muita nem muito pouca importância, mas que destaca o papel central por ser desempenhado em ambos os casos pelo Coração Imaculado de Maria. Ele escreve:

"Eu leio nos 'Comentários' que constantemente o senhor se refere a todos os 15 Mistérios do Santo Rosário. Em uma carta da década de 1930 a Irmã Lúcia de Fátima escreveu que se outras nações como Portugal fossem consagradas solenemente ao Imaculado Coração de Maria, então ‘o Céu lhes concederia graças tão grandes ou maiores’. É claro que Deus deseja salvar as nações do mundo através do Coração de Maria, e quem quer que consiga ver isso terá recebido uma graça especial de Deus. Contudo, que outra nação além de Portugal realizou com todos os seus bispos tal Consagração? Nenhuma que eu conheça.

"Mas se a maioria dos homens não está aproveitando as maravilhas do Imaculado Coração, Ela ainda se digna a conceder graça aos humildes leigos, como podemos testemunhar aqui em nossa parte do Brasil. Em 2011 a nossa capela foi consagrada ao Coração Imaculado, e uma corrente na parede simboliza a santa escravidão da nossa capela para a Santíssima Virgem. Em particular, há alguns anos, estamos fazendo os Cinco Primeiros Sábados. Quando não temos Missa, fazemos o que podemos com um Rosário, Comunhão espiritual, a meditação de 15 minutos sobre os Mistérios do Rosário e um ato de reparação ao Imaculado Coração, como Nossa Senhora nos pediu para fazer.

"Seu Rosário, todos os 15 Mistérios, tem sido rezado todos os dias desde 2012 diante do Santíssimo Sacramento por um grupo ou outro de nós, todos os dias, e as inúmeras graças que recebemos são difíceis de acreditar-se. Esta Devoção do Rosário e dos Primeiros Sábados é muito especial para Deus, mesmo nestes dias maus. É a luz dos nossos tempos de escuridão e apostasia. Precisamos praticar a Devoção, estudar todo o contexto das aparições de Fátima, e aplicar o que aprendemos a nossas próprias vidas e em grupos da ‘Resistência’.

"Dadas todas as dificuldades de viver num mundo liberal sem Cristo, dada a Revolução que destrói a fortaleza da Tradição que era a Fraternidade Sacerdotal São Pio X, dada a nossa própria grande miséria e nossos numerosos pecados, não seria exagero dizer que é graças ao Rosário e aos Primeiros Sábados que estamos a manter uma Cristandade em miniatura, um grupo católico com uma atmosfera católica, com bons amigos e uma formação doutrinária sólida e espiritual, antiliberal e contrarrevolucionária. Nós temos nossos problemas humanos, com certeza, mas recebemos muitas graças do Coração Imaculado. Com os 15 Mistérios todos os dias, somos testemunhas das maravilhas realizadas pela Santíssima Virgem em uma pessoa, um vilarejo, uma cidade, até um país. Bendito seja o Rosário da Virgem Maria!".

Eis aqui a grandeza e a pequenez das consagrações da próxima semana. A pequenez consiste na sua ajuda a manter no nível mais humilde, num mundo dado ao Diabo, cantos da Cristandade. Tais cantos são possíveis em qualquer lugar, e são infinitamente valiosos em toda parte, porque há uma infinita grandeza em qualquer contribuição para salvar as almas para toda a eternidade. E agradecimentos especiais para as duas Consagrações vindouras vão para o Imaculado Coração da Bem-Aventurada Virgem Maria.


Kyrie Eleison.